live.jpg

Bem acompanhada pelo que dá cor à alma, discutimos sobre a verdadeira essência das flores.

“As flores não abrem o apetite. Nem um pouquinho. They are too beautiful to eat. Too sexy to eat. O cheiro lembra-me o cheiro dos corpos desejosos por cheirar e sentir um toque de flores.”

As flores inspiram, abrem o apetite da imaginação e despertam os nossos sentidos. As flores encantam com toda a sua fragilidade e na primavera sussurram, constantemente, para que deixemos tudo acontecer. Eu deixo. Eu deixei.

Há quem diga que apenas vê a Primavera chegar – “As flores a abrir e a fechar.” – e que não tem flores. A mente, mente. Todos temos flores no nosso jardim. Eu tenho muitas flores a coabitar no meu jardim…and they are free, free to love and be loved, free to be appreciated in different kinds of way.

live.jpg
live.jpg


Comment